Roda de Tambores

“Agora, mais do que nunca, pessoas ao redor do mundo têm investido seu tempo e energia para cuidar melhor delas mesmas. Como uma sociedade consciente da importância da saúde de seus indivíduos, estamos buscando meios significativos e prazerosos de viver de maneira completa e produtiva”. (BELLI, 2007)

As Rodas de Tambores (RT), por se tratarem fundamentalmente de pessoas reunidas para tocar instrumentos de percussão, são uma das mais antigas formas de criação comunitária da humanidade. Em praticamente todas as antigas civilizações, sobre as quais temos notícias, as pessoas se reuniam regularmente para cumprir seus variados tipos de rituais, como por exemplo: casamentos, nascimentos, mortes, plantações e colheitas.

Tais rituais eram geralmente acompanhados de música e dança. Todos os componentes da comunidade tinham seu papel dentro do ritual, todos participavam, assim como no dia-a-dia da comunidade. A música, neste contexto, não exercia papel principal. Não havia artista e platéia. Todos estavam ali para vivenciarem juntos uma experiência, fosse ela a celebração de um casamento ou o luto devido à morte de uma pessoa próxima. Esta é a raiz das Rodas de Tambores.

Anúncios